István Meszáros ganha Premio Libertador al Pensamiento Crítico 2008. Theotonio dos Santos era membro do júri

Caracas, 25 Junho - Com sua obra El desafío y la carga del tiempo histórico. El socialismo en el siglo XXI, o húngaro István Mészáros, considerado um dos principais pensadores marxistas da atualidade, resultou na quinta-feira 25 como ganhador do Premio Libertador al Pensamiento Crítico 2008.

István Mészáros, professor emérito da Universidade de Sussex (Inglaterra), pensador radical, discípulo e colaborador do filósofo Georg Lukács, com quem trabalhou na Universidade de Budapest de 1954 até a repressão soviética em 1956. Assim mesmo, Mészáros é profundo conhecedor da longa tradição dos estudos marxistas e autor de obras clássicas como A teoria da alienação e O poder da ideología. Sua obra de maior envergadura e densidade é o estudo Para além do capital, publicado no Brasil no ano 2002.

[187841.jpg]

Com sua obra El desafío y la carga del tiempo histórico. El socialismo en el siglo XXI, o húngaro István Mészáros, considerado um dos principais pensadores marxistas de la actualidad, resultó este jueves como ganador del Premio Libertador al Pensamiento Crítico 2008.

 A decisão foi anunciada no hotel Alba Caracas, pelo júri conformado pelo ganhador da terceira edição, Renán Vega Cantor (Colombia), o economista e investigador Theotonio Dos Santos (Brasil), o sociólogo Bernard Duterme (Bélgica), e os escritores Judith Valencia e Juan Antonio Calzadilla (Venezuela).

 [vtv-06-25-09_12-32-57+139_0001.jpg]

A quarta edição deste prêmio, cuja convocação reuniu mais de uma centena de obras concorrentes, entregará ao ganhador 150 mil dólares, um trofeu, um certificado e a publicação de sua obra por parte do Ministerio del Poder Popular para la Cultura del Venezuela




© Fri Mar 24 07:03:33 BRT 2017 Reggen, todos os direitos reservados